Inscreva-se já!
Os maiores nomes do mercado de Cloud Computing Em uma conferência recheada de
negócios, oportunidades e informações

Cientista de dados é peça-chave na estratégia de big data

O Cientista de dados é peça-chave na estratégia de adoção do big data. "O cientista de dados vai fazer a ponte entre o gestor de Tecnologia e o gestor Financeiro, que é quem está à frente dos investimentos em big data. Ele sabe a importância do dado para o negócio da empresa", sustenta Dênis Arcieri, presidente da IDC Brasil, que nesta terça-feira, 27/08, participou de entrevista coletiva sobre o tema em evento da consultoria, realizado na capital paulistsa.

Segundo ainda Arcieri, "pensar diferente", hoje, deve ser um mantra para o CIO. "Com a tecnologia mais próxima do cliente, a TI não pode centralizar as informações. Precisa ficar atenta ao negócio. Não alinhada ao negócio. Isso é uma visão equivocada. Mas precisa entender o negócio e, principalmente, a demanda da empresa. O cientista de dados, no big data, será crucial. Ele entende o dado e terá de fazer essa informação ter valor", sinaliza o country manager da IDC Brasil.

E há uma vertical que terá de buscar esse profissional com mais afinco. Nas projeções da IDC, o governo é uma das verticais que mais aposta no big data para melhorar o uso da Tecnologia. Há projetos importantes em andamento, aponta Cesar Longa, gerente de software da IDC para a América Latina.

"A gestão de Santiago, capital do Chile está muito envolvida com cidades inteligentes. Essa é uma iniciativa que envolve não apenas TI em si, mas segurança pública e outras áreas. No Panamá, também há uma iniciativa para integrar serviços. O cidadão conectado exige resposta imediata. E o governo não terá isso sem big data", reforça o consultor.

O cientista de dados não é um especialista de fácil disponibilidade. Ao contrário. Empresas começam a se mobilizar para treinar esses profissionais. Estudo recente divulgado pela EMC - que já está capacitando profissionais brasileiros para o big data - revela que a maior barreira para lidar com o big data, de acordo com 73% das empresas entrevistadas pelo levantamento, é a própria cultura.

A pesquisa destaca ainda que 88% das companhias acreditam que será um desafio capacitar seus trabalhadores para a nova TI. No mundo, de acordo com o Gartner, a demanda de cientistas de dados chegará a 4,4 milhões em 2015, com a América Latina, respondendo por quase 1 milhão desses especialistas.

Fonte: ConvergênciaDigital

Patrocinadores

Patrocinadores Diamond

UOL Host

Mandic

Patrocinadores Platinum

Rackspace

Patrocinadores Gold

Locaweb

Patrocinadores Silver

Red Hat

SuperMicro

Fusion-io

Neuwald

Patrocinadores Bronze

4Linux - Free Software Solutions

ServerLoft

ShapeBlue

 
Apoio:












Organização:



Promoção:


Mídia oficial:


Mídias de apoio:





Últimas Notícias

28/10/2013

A nova era Cloudnomics
Leia mais

22/10/2013

Para deter os EUA, Brasil e Europa negociam regras comuns para computação em nuvem
Leia mais

15/10/2013

Corretagem na nuvem é tendência para 2014
Leia mais

14/10/2013

CloudConf 2013 aproxima profissionais e fornecedores de serviços para cloud computing
Leia mais

04/10/2013

CloudConf 2013: assista aos vídeos das palestras!
Leia mais

Outras notícias

Mapa do site
Sobre a CloudConf LatAm 2013 Inscreva-se! Programação do evento
Oportunidades de patrocínio LocalizaçãoContato
Últimas notícias Edição anteriorSiga-nos no Twitter