Inscreva-se já!
Os maiores nomes do mercado de Cloud Computing Em uma conferência recheada de
negócios, oportunidades e informações

Mantenha o controle dos custos da sua nuvem

Todos sabemos que a computação em nuvem pode ser mais barata do que pagar para criação e gestão de um servidor. Mas como tudo na nuvem é precificado separadamente, de acordo com a demanda de cada cliente, é preciso desvendar os segredos da fatura mensal de serviços para o melhor custo-benefício. Alguns fornecedores de cloud computing não disponibilizam os preços até que o interessado se inscreva para seus serviços; outros os escondem fazendo uso de fórmulas complexas. E é aí que reside o desafio para um gerente de TI que quer tentar encontrar o melhor preço na nuvem: é preciso ler nas entrelinhas e certificar-se sobre o que é cobrável, como é medido e precificado, e quando o medidor começa (e para) de executar.Analisaremos neste artigo como é possível obter informações de custos mais precisos, bem como examinar o crescente número de serviços de terceiros em um comparativo que pode ajudar a obter mais controle sobre custos de nuvem.

Calculadores da Amazon, Rackspace e GoGrid

Cada um dos maiores provedores de cloud pública tem precificação tão complexa que dedicam uma página da web inteira para calcular os custos. Aqui vão três dos serviços mais populares, começando com a calculadora da Amazon. Como é possível notar a partir da imagem abaixo, EC2 fornece uma série complexa de preços, dependendo do sistema operacional e do tamanho da instância particular que será executada. Como decidir qual tamanho faz mais sentido para seus aplicativos específicos? De acordo com o FAQ da Amazon, "as instâncias do Amazon EC2 são agrupadas em quatro famílias: Padrão, High-Memory, High-CPU, e Cluster Compute. Instâncias-padrão têm memória para CPU proporcionalmente adequadas para a maioria dos aplicativos de uso geral; instâncias High-Memory oferecem tamanhos de memória maior para aplicativos de alto débito, incluindo aplicativos de banco de dados e de memória de cache; e instâncias High-CPU têm recursos proporcionalmente maires do que a memória (RAM) e são mais adequadas para aplicativos de computação intensiva". Além disso, este é apenas um de mais de uma dezena dos vários serviços ofertados pela Amazon, que podem ser acessados ao se clicar em uma das guias disponíveis do lado esquerdo da página.



Já a calculadora da Rackspace (abaixo), apesar de um pouco mais fácil de navegar, ainda exige que o usuário entenda certos aspectos do seu ambiente de computação, tais como a quantidade de saída da largura de banda:



A GoGrid oferece duas métricas de preços diferentes que podem parecer um pouco confusos à primeira vista. O primeiro é baseado em uma atribuição específica de "horas de RAM", que significa a quantidade de RAM por servidor implementado, multiplicado pelo número de horas que é executado. O segundo componente é baseado no total de transferência de dados de saída (todos os dados de entrada são gratuitos), e inclui uma cota fixa de transferência de dados.
Se o usuário ultrapassar a cota, começa imediatamente a ser cobrado pelo excesso. Pense nisso como algo semelhante a um plano de minutagem em uma conta de celular. Isso significa que o usuário precisa manter o controle de seu uso mensal para garantir as taxas contratadas. Há também opções "pay-as-you-go" ("pague conforme o uso", na tradução livre) para clientes com necessidades mínimas. A GoGrid também oferece uma calculadora própria para estimar o valor da conta. Nela o usuário provavelmente irá passar algum tempo fazendo combinações com os controles deslizantes para comparar planos e estimar vantagens e desvantagens em sua conta.



As coisas mudam, muitas vezes

Mas usar essas calculadoras online não é suficiente: servem simplesmente para fornecer preços estimados em um determinado ponto no tempo. O próximo desafio para comparações de preços de serviços de nuvem: as coisas mudam, e mudam com bastante frequência e sem muito aviso. Ou seja, a cotação de hoje não significa que o fornecedor não possa ajustar as coisas amanhã e tornar toda sua pesquisa obsoleta. A Amazon, por exemplo, costuma reduzir seus preços com a compra de equipamentos novos e mais baratos; o que significa um monte de trabalho para acompanhar. Porém os preços não são a única coisa que muda muitas vezes: a Amazon também está atualizando seu hardware por trás da Amazon Web Services (AWS). Seu FAQ diz: "Com o tempo, podem haver vários tipos diferentes de hardware físico subjacentes às instâncias do EC2". Bem-vindo ao mundo da nuvem.

Outras questões


A terceira questão é ter certeza que o usuário está sendo cobrado pelas máquinas virtuais (VMs) somente quando estas estiverem funcionando, ou se o tempo todo. A "computação-como-serviço" da Verizon, por exemplo, cobra encargos para todas as suas VMs configuradas estejam elas realmente ligadas ou não. Se o cliente quer apenas criar um ambiente de VM de teste e experimentar algumas coisas antes de desligá-lo, pode ser melhor servido pela Amazon ou outra empresa que não continuaria a cobrá-lo por isso.

Pelo menos um dos serviços da Amazon é cobrado por mês: é o caso do serviço Virtual Private Connect. A quarta questão a se pensar é: o que vem a ser a sobretaxa para instâncias particulares de sistema operacional? Cada fornecedor de nuvem possui uma maneira diferente de passar o custo de suas licenças de software para o cliente. O melhor negócio é o Cloudshare, que não tem qualquer custo adicional. Há muitos outros fatores a considerar, incluindo suporte ao vivo 24×7 e os vários planos de acesso remoto oferecidos por cada fornecedor.

Comparação de serviços de terceiros na nuvem

Essa complexidade trouxe consigo uma nova classe de produtos que tentam prever o consumo de recursos de nuvem. Várias ferramentas ajudam a comparar estes custos ou o uso de recursos. Alguns limitam-se a provedores públicos de cloud computing, enquanto outros são mais completos. Veja a relação abaixo:

Zenoss oferece uma variedade de produtos de monitoramento e custeio para ambientes em nuvem. Provavelmente o usuário irá encontrar mais aqui do que deseja de início, mas trata-se de uma solução completa para gestão de operações em nuvem. Fornece monitoramento abrangente de computação em nuvem para redes e dispositivos, bem como as relações entre os dispositivos físicos, virtuais e de nuvem. Oferece também extensas demonstrações de vídeo e tutoriais, disponíveis no site.

Já o software Uptime fornece a Uptime Cloud, que mostrará os custos atuais de todas suas instâncias em execução, bem como fazer recomendações de como economizar dinheiro alterando a configuração da nuvem. Atualmente funciona com a Amazon, mas os serviços estão sendo planejados. É possível testá-lo gratuitamente durante um mês, e vários planos começam a partir de 35 dólares mensais.

A Cloud Cruiser é outra ferramenta disponível para ambientes de nuvem privados e públicos, com uma extensa série de relatórios e painéis de controle. Eles garantem, já logo no primeiro mês, que podem identificar o mínimo de 10% de redução de custos em suas operações, ou seu dinheiro de volta.

A Cloudability possui uma variedade de ferramentas disponíveis, que incluem custeio e monitoramento. O usuário pode configurar uma conta gratuita para testá-los, caso os gastos com seus recursos de nuvem não ultrapassem 2.500 dólares por mês.

vKernel fornece uma ferramenta gratuita de planejamento de capacidade chamada Capacity View. A ferramenta funciona somente para Windows e conecta-se ao servidor ESX ou vCenter, rapidamente fornecendo uma camada da sua paisagem virtual. Embora grande parte desta informação esteja disponível através de vários consoles VMware e displays, é bom ter tudo consolidado em um único painel.

A CloudHarmony referencia métricas particulares de desempenho para dezenas de fornecedores de cloud computing. O usuário pode também executar seus próprios testes em tempo real. A empresa usa agentes espalhados pelo mundo para chegar a valores de latência e desempenho.

A Cloudsizer é outra ferramenta com mais de uma dúzia de provedores de cloud computing públicos que mapeiam custos. São dois planos diferentes: o gratuito "Express", que lida com instâncias menores, e um plano Pro que sai por 300 dólares australianos. Os resultados são apresentados em um gráfico simples conforme abaixo:



Cloudsleuth.net é um grande serviço que pode ajudar a manter o controle do tempo de atividade em vários provedores de cloud computing públicos. Apesar de não fornecer informações de custo, ainda assim pode ser útil no rastreamento do melhor fornecedor para hospedagem de dados.

Finalmente, há outro serviço de monitoramento de custo chamado Cloudorado. Opera combinado com um modo mais avançado, que permite especificar vários servidores e configurações mais complexas.

Conclusão

Como é possível concluir, tentar descobrir o melhor preço para as necessidades de computação em nuvem não é tarefa simples. Mas pelo menos existem novos produtos chegando ao mercado para ajudar nesse processo. Os principais fornecedores de cloud ainda precisam fazer um trabalho melhor no intuito de tornar suas listas de preços mais fáceis de usar - tornando também mais fácil de antecipar a projeção de gastos por parte do usuário interessado em adquirir seus serviços.

Fonte: SlashCloud [em inglês]. 

Patrocinadores

Patrocinadores Diamond

UOL Host

Mandic

Patrocinadores Platinum

Rackspace

Patrocinadores Gold

Locaweb

Patrocinadores Silver

Red Hat

SuperMicro

Fusion-io

Neuwald

Patrocinadores Bronze

4Linux - Free Software Solutions

ServerLoft

ShapeBlue

 
Apoio:












Organização:



Promoção:


Mídia oficial:


Mídias de apoio:





Últimas Notícias

28/10/2013

A nova era Cloudnomics
Leia mais

22/10/2013

Para deter os EUA, Brasil e Europa negociam regras comuns para computação em nuvem
Leia mais

15/10/2013

Corretagem na nuvem é tendência para 2014
Leia mais

14/10/2013

CloudConf 2013 aproxima profissionais e fornecedores de serviços para cloud computing
Leia mais

04/10/2013

CloudConf 2013: assista aos vídeos das palestras!
Leia mais

Outras notícias

Mapa do site
Sobre a CloudConf LatAm 2013 Inscreva-se! Programação do evento
Oportunidades de patrocínio LocalizaçãoContato
Últimas notícias Edição anteriorSiga-nos no Twitter